top of page

Manuseio do Valor Oculto: Como o Cashback Transforma a Percepção de Preço dos Consumidores

Em um mundo onde a concorrência é acirrada e a fidelidade do cliente é uma busca constante, entender a percepção de valor é essencial para qualquer empresa que deseja se destacar. Afinal, o que faz com que um cliente escolha um produto ou serviço em detrimento de outro? A resposta está na interseção entre preço e valor percebido.


Mulher com calculadora na mão analisando um pape, fazendo referência à estratégias de precificação.

A percepção de valor é um conceito complexo, que vai além do simples preço de um produto. Envolve a avaliação subjetiva dos benefícios que um produto ou serviço oferece em relação ao sacrifício necessário para obtê-lo.


Os consumidores frequentemente desenvolvem suas próprias avaliações para determinar qual produto, mercadoria ou serviço possui um valor maior, e nem sempre aquele com o maior valor real possui o maior valor percebido, uma vez que os critérios são subjetivos e pessoais, muitas vezes diferentes daqueles usados pelos administradores.


Portanto, a principal ferramenta disponível para medir a percepção de valor é a pesquisa de mercado. Essa medição geralmente é realizada de forma indireta, através da identificação do quanto o consumidor está disposto a pagar por um produto, mercadoria ou serviço. As informações obtidas servem como base para estabelecer o preço e verificar se ele cobre os custos de produção e proporciona algum retorno para a empresa.


A abordagem de fixação de preço sob essa perspectiva utiliza a opinião do consumidor - e indiretamente o valor percebido para o produto por ele - como chave para determinar o preço. Portanto, as empresas que adotam esse procedimento na precificação de seus produtos devem primeiro ter boas informações sobre quanto os clientes estão dispostos a pagar por eles, antes de se concentrarem na determinação dos custos de produção. A ideia principal é começar a entender o que o consumidor valoriza e trabalhar a partir daí ("target cost" - custo alvo).


Nesse sentido, a pesquisa conduzida pela empresa pode coletar informações sobre o valor percebido para o produto desde sua concepção básica até cada atributo ou benefício adicionado a ele. Além disso, experimentos podem ser realizados adicionando diferentes atributos e benefícios ao produto para verificar a preferência dos consumidores e sua disposição para pagar por cada composição experimental.


Balança equilibrando valor x preço.

Medir a importância dos atributos do produto para diferentes consumidores é crucial para as empresas que adotam a segmentação de mercado. O principal objetivo dessa estratégia é se aproximar das diversas necessidades e desejos de cada grupo de consumidores e, assim, oferecer um atendimento diferenciado.


Estrategicamente, o valor percebido pode ser melhorado ampliando os atributos do produto sem aumentar proporcionalmente o preço. Portanto, as ações de marketing devem destacar esses atributos, seja por meio de propaganda, no ponto de venda ou em outras formas de comunicação, que adicionam valor ao produto.

 

Ao oferecer cashback aos clientes, as empresas estão, na verdade, comunicando que o valor percebido da transação vai além do preço inicial. Os consumidores não veem apenas o custo monetário da compra, mas também consideram o retorno financeiro que receberão posteriormente. Isso cria uma sensação de valor adicional, tornando o produto ou serviço mais atraente aos olhos do consumidor.


Independentemente da situação, é importante considerar que o custo de conquistar um consumidor geralmente é maior do que o custo de mantê-lo, o que sugere a busca pela rentabilidade, sustentada pela lealdade gerada pelo valor superior. O consumidor avalia o conjunto de opções disponíveis e desenvolve uma hierarquia com base em suas percepções de valor de cada produto, em um processo que combina razão e emoção. Assim, nem sempre responder a uma estratégia agressiva da concorrência significa reduzir preços e custos. Muitas vezes, é mais eficaz ampliar o benefício oferecido. Para isso, existem diversos requisitos que estão intrinsecamente ligados à questão do valor e não apenas aos preços.


No entanto, os benefícios do cashback não param por aí. Quando implementado de forma estratégica, o mesmo pode se tornar uma ferramenta de fidelização poderosa. Por exemplo, ao vincular o incentivo a um programa de recompensas ou de fidelidade, as empresas podem incentivar os clientes a retornarem para futuras compras. Isso não só aumenta o valor percebido do programa de cashback, mas também fortalece os laços entre a marca e o cliente.


Foto ilustrando a efetivação da compra.

Neste contexto, diversas estratégias se concentram nos principais indicadores procurados pelas marcas em relação às estratégias de marketing vinculadas ao conceito de valor percebido:


Segmentação de mercado com base no valor percebido: Identifique diferentes segmentos de clientes com percepções de valor distintas e adapte suas estratégias de marketing para atender às necessidades específicas de cada grupo. Isso pode envolver a criação de produtos ou pacotes de serviços personalizados para diferentes segmentos, com preços e benefícios alinhados às percepções de valor de cada grupo.

Comunicação eficaz do valor: Utilize mensagens de marketing claras e persuasivas para comunicar os benefícios e atributos de valor de seus produtos ou serviços. Destaque como seu produto atende às necessidades e desejos dos clientes de uma maneira única e valiosa.

Experiência do cliente: Invista na criação de uma experiência do cliente excepcional que agregue valor além do produto ou serviço em si. Isso pode incluir serviços de atendimento ao cliente de alta qualidade, políticas de devolução flexíveis, programas de fidelidade e outras iniciativas que demonstrem cuidado e preocupação genuína com a satisfação do cliente.

Gestão de preço estratégica: Adote estratégias de preços que reflitam o valor percebido pelos clientes, em vez de se basearem apenas nos custos de produção. Isso pode incluir preços premium para produtos ou serviços que oferecem benefícios exclusivos ou preços diferenciados para segmentos de mercado específicos.

Parcerias estratégicas: Estabeleça parcerias com outras empresas ou marcas que complementem seu produto ou serviço e agreguem valor à oferta total. Isso pode envolver colaborações em campanhas de marketing conjuntas, programas de fidelidade compartilhados ou ofertas combinadas que ofereçam benefícios adicionais aos clientes.

Feedback contínuo do cliente: Esteja sempre atento ao feedback dos clientes e use essas informações para ajustar e aprimorar constantemente sua oferta de valor. Isso pode incluir pesquisas de satisfação do cliente, análise de dados de comportamento do cliente e monitoramento ativo das tendências e preferências do mercado.

Ao implementar essas estratégias de marketing centradas no valor percebido, sua empresa pode não apenas atrair e reter clientes de forma mais eficaz, mas também diferenciar sua marca em um mercado competitivo e impulsionar o crescimento dos negócios.


Além disso, a estratégia  pode ser integrada a outras estratégias de marketing para maximizar seu impacto. Por exemplo, ao usar análise de dados para personalizar ofertas com base no histórico de compras do cliente, as empresas podem aumentar a relevância e a eficácia dessas ofertas.


Em resumo, incentivos não são apenas uma forma de devolver parte do dinheiro gasto pelo cliente; é uma ferramenta poderosa para transformar a percepção de valor e impulsionar a fidelidade do cliente.


 Ao entender e aproveitar os princípios subjacentes à percepção de valor, as empresas podem criar estratégias de cashback que não apenas aumentam as vendas, mas também constroem relacionamentos duradouros com os clientes.

 

Então, sua empresa está pronta para desbloquear todo o potencial do cashback?

2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page